REPUTAÇÃO EM JOGO

   Em 2009, depois de alcan­çar o pos­to do pri­mei­ro atle­ta a atin­gir US$ 1 bilhão em patro­cí­nio, o gol­fis­ta ame­ri­ca­no Tiger Woods se envol­veu em um aci­den­te de car­ro que desen­ca­de­ou notí­ci­as sobre casos extra­con­ju­gais e envol­vi­men­to com dro­gas. Moral da his­tó­ria: per­deu o con­tra­to com gran­des mar­cas, entre elas Gil­let­te, Gato­ra­de, AT&T e TAG Heu­er. Três anos mais tar­de, foi a vez de o ciclis­ta Lan­ce Arms­trong ter o con­tra­to rom­pi­do com a Nike depois de ser pego usan­do dro­gas ilí­ci­tas para melho­rar o seu desem­pe­nho.

   Exem­plos assim mos­tram que as mar­cas não tole­ram des­li­zes. Os con­su­mi­do­res tam­bém não. Em tem­pos de pola­ri­za­ção, redes soci­ais e pri­o­ri­da­de a mar­cas que são fiéis aos seus valo­res e pro­pó­si­tos, a repu­ta­ção nun­ca este­ve tão em jogo. Nes­ta edi­ção, você con­fe­re, em pri­mei­ra mão, o Repu­ta­ti­on Index by DOM Stra­tegy Part­ners, um levan­ta­men­to que mos­tra as mar­cas com a melhor repu­ta­ção do País. Entre elas está o Itaú. Ter­cei­ra colo­ca­da no ran­king – pri­mei­ra entre as empre­sas bra­si­lei­ras – a mar­ca não só vem inves­tin­do pesa­do em digi­ta­li­za­ção como tem gera­do valor para con­su­mi­do­res, sejam eles cor­ren­tis­tas ou não, por meio de ini­ci­a­ti­vas como as bikes laran­ji­nhas e cam­pa­nhas como o Leia para uma Cri­an­ça.

As mar­cas não tole­ram des­li­zes.

Os con­su­mi­do­res tam­bém não”

   Repu­ta­ção tam­bém foi um dos temas da entre­vis­ta do mês, com Pau­la Car­do­so. CEO do Car­re­four Solu­ções Finan­cei­ras e dire­to­ra-exe­cu­ti­va de cli­en­tes, ser­vi­ços e trans­for­ma­ção digi­tal do Gru­po no Bra­sil, ela reve­lou, em pri­mei­ra mão, a inau­gu­ra­ção de um cen­tro que moni­to­ra, em tem­po real, men­ções e comen­tá­ri­os fei­tos à mar­ca nas redes soci­ais. Pau­la tam­bém falou sobre os desa­fi­os do Car­re­four dian­te de con­su­mi­do­res que que­rem ter a mes­ma expe­ri­ên­cia, não impor­ta o canal, e do Act For Food, pla­no glo­bal do Gru­po que pre­ten­de ampli­ar o aces­so do con­su­mi­dor a ali­men­tos sau­dá­veis e de qua­li­da­de.

Boa lei­tu­ra!
Gabri­el­la San­do­val
Edi­to­ra-che­fe