MICHA­EL CON­RAD

Pre­si­den­te da Ber­lin Scho­ol of Cre­a­ti­ve Lea­dership

AS APOS­TAS DO MAI­OR

FES­TI­VAL DE CRI­A­TI­VI­DA­DE PARA 2019

AS APOS­TAS DO MAI­OR FES­TI­VAL DE CRI­A­TI­VI­DA­DE PARA 2019

AS APOS­TAS DO MAI­OR

 

FES­TI­VAL DE CRI­A­TI­VI­DA­DE PARA 2019

MICHA­EL CON­RAD
Pre­si­den­te da Ber­lin Scho­ol
of Cre­a­ti­ve Lea­dership

MICHA­EL CON­RAD
Pre­si­den­te da Ber­lin Scho­ol
of Cre­a­ti­ve Lea­dership

O melhor cami­nho para a lide­ran­ça cri­a­ti­va é cri­ar equi­pes com a mai­or diver­si­da­de pos­sí­vel; isso inclui tan­to as pes­so­as que lhe influ­en­ci­am quan­to as que você empo­de­ra’’

   No iní­cio des­te mês, o Fes­ti­val Inter­na­ci­o­nal de Cri­a­ti­vi­da­de Can­nes Lions anun­ci­ou qual será o foco para a edi­ção de 2019. O even­to, que é uma das mais vibran­tes are­nas cri­a­ti­vas glo­bais, abor­da­rá temas como o valor da cri­a­ti­vi­da­de e story­tel­ling, éti­ca, con­fi­an­ça e diver­si­da­de. Nos mais dife­ren­tes pal­cos e nos momen­tos de networ­king, é pos­sí­vel conhe­cer as men­tes por trás das gran­des idei­as: o pano de fun­do ide­al para se ins­pi­rar e apli­car insights nas estra­té­gi­as de negó­cio e mar­cas.

   Quan­do cri­a­mos o pro­gra­ma Can­nes Cre­a­ti­ve Lea­ders em 2010, o gran­de sonho era trans­for­mar esse ambi­en­te úni­co em uma expe­ri­ên­cia de apren­di­za­do expan­di­da, unin­do estra­té­gia e lide­ran­ça cri­a­ti­va à pro­gra­ma­ção do fes­ti­val. Esse obje­ti­vo foi alcan­ça­do e o pro­gra­ma evo­lui a cada ano. É mui­to posi­ti­vo acom­pa­nhar, tam­bém, as trans­for­ma­ções do Can­nes Lions que, há mais de seis déca­das, é o pon­to de encon­tro de gera­ções de experts da Comu­ni­ca­ção e do Mar­ke­ting.

   Com­par­ti­lho, a seguir, algu­mas das minhas refle­xões sobre os temas sele­ci­o­na­dos:

O VALOR DA CRI­A­TI­VI­DA­DE

   Com os avan­ços tec­no­ló­gi­cos, espe­ci­al­men­te em “Big Data”, fala-se mui­to sobre “Gran­des Idei­as”, que impul­si­o­nam negó­ci­os e trans­for­mam indús­tri­as, e é natu­ral que o valor de uma ideia cri­a­ti­va tenha se tor­na­do algo nebu­lo­so e de difí­cil men­su­ra­ção. Para mim, a tec­no­lo­gia ape­nas tor­na as idei­as mais “tes­tá­veis”. Não tenho dúvi­das de que o diá­lo­go com con­su­mi­do­res é irre­ver­sí­vel e posi­ti­vo, assim como o poder do feed­back e do olhar aten­to para enten­der quais são as pai­xões dos con­su­mi­do­res que os conec­tam com as mar­cas.

   Pro­du­tos e canais evo­lui­rão e se mul­ti­pli­ca­rão, mas idei­as gran­des e robus­tas serão sem­pre essen­ci­ais na cons­tru­ção de mar­cas. Idei­as podem flo­res­cer a par­tir de dados, ou os dados pro­du­zi­dos podem sus­ten­tar idei­as que sur­gem de nos­sa expe­ri­ên­cia pro­fis­si­o­nal e intui­ção. Em vez de sufo­car a cri­a­ti­vi­da­de, eu acre­di­to que a tec­no­lo­gia a amplia e gera ino­va­ção. Esse é o úni­co modo de con­ti­nu­ar evo­luin­do.

PRA­TI­CAN­DO A DIVER­SI­DA­DE

   A pro­mo­ção da inclu­são e da diver­si­da­de é mais um gran­de tema do fes­ti­val, que reco­nhe­ce a neces­si­da­de de mais ini­ci­a­ti­vas nes­te cam­po. O melhor cami­nho para a lide­ran­ça cri­a­ti­va é cri­ar equi­pes com a mai­or diver­si­da­de pos­sí­vel; isso inclui tan­to as pes­so­as que lhe influ­en­ci­am quan­to as que você empo­de­ra. Uma equi­pe com diver­si­da­de terá idei­as e solu­ções que irão dia­lo­gar com uma par­ce­la mai­or da soci­e­da­de.

CONEC­TAN­DO OS PON­TOS EM CAN­NES

   Vejo a pro­gra­ma­ção do Can­nes Lions 2019 como o refle­xo de uma gera­ção de cri­a­ti­vos e mar­cas que dese­jam cri­ar cone­xões genuí­nas com suas audi­ên­ci­as, que ouvem suas deman­das em vez de ditá-las e que geram expe­ri­ên­ci­as que melho­ram o mun­do onde vive­mos. Estou ansi­o­so para acom­pa­nhar tan­tos insights sen­do colo­ca­dos em prá­ti­ca, em Can­nes, no pró­xi­mo ano. Até lá!

O melhor cami­nho para a lide­ran­ça cri­a­ti­va é cri­ar equi­pes com a mai­or diver­si­da­de pos­sí­vel; isso inclui tan­to as pes­so­as que lhe influ­en­ci­am quan­to as que você empo­de­ra’’