O CON­SU­ME­RIS­TA

O CON­SU­ME­RIS­TA

TODAS AS FACES DAS RELA­ÇÕES DE CON­SU­MO

Uma das novi­da­des des­ta edi­ção da revis­ta Con­su­mi­dor Moder­no é a pre­sen­ça de uma pági­na total­men­te dedi­ca­da ao por­tal cha­ma­do O Con­su­me­ris­ta. Já ouviu falar dele?

A ideia é ter um espa­ço na inter­net exclu­si­va­men­te dedi­ca­do a dis­cu­tir a apro­va­ção de nor­mas, acom­pa­nhar as deci­sões judi­ci­ais até abrir espa­ço para as dife­ren­tes opi­niões sobre todos os movi­men­tos que afe­tem as rela­ções de con­su­mo no Bra­sil. Toda a dis­cus­são polí­ti­ca, econô­mi­ca e jurí­di­ca que impac­ta o con­su­mi­dor será a nos­sa pau­ta diá­ria.

Nes­ta pri­mei­ra edi­ção, a ideia é falar­mos um pou­co sobre um assun­to que está na agen­da do mun­do cor­po­ra­ti­vo: a Lei Geral de Pro­te­ção de Dados.

Lei Geral de Pro­te­ção de Dados

A Lei Geral de Pro­te­ção de Dados (LGPD) é uma lei que pre­vê, entre outros pon­tos, direi­tos e deve­res para o uso de dados pes­so­ais. Se nada mudar, a lei entra em vigor em agos­to des­te ano. Mas há quem defen­da a pror­ro­ga­ção do pra­zo para 2022, base­a­do na ideia de que empre­sas e até con­su­mi­do­res não sabem sequer o que é pro­te­ção de dados.

Um estu­do da con­sul­to­ria ICTS Pro­ti­vi­ti mos­tra que 58% das cha­ma­das peque­nas e médi­as empre­sas bra­si­lei­ras ouvi­das ain­da não ini­ci­a­ram as ações neces­sá­ri­as para a adap­ta­ção às exi­gên­ci­as da LGPD. O mes­mo estu­do mos­tra que 75% das PMEs sequer pos­su­em uma polí­ti­ca de segu­ran­ça cla­ra de dados.

Em meio a esse cená­rio, há ain­da incer­te­zas sobre a Auto­ri­da­de Naci­o­nal de Pro­te­ção de Dados (ANPD), que fun­ci­o­na como se fos­se uma agên­cia regu­la­do­ra. Deta­lhe: ela sequer foi cri­a­da até o fecha­men­to des­ta edi­ção.

Mas isso não quer dizer que a nor­ma seja uma pedra no cami­nho cor­po­ra­ti­vo das empre­sas até o cora­ção do seu con­su­mi­dor. Há outros estu­dos que suge­rem até mes­mo um inte­res­san­te retor­no finan­cei­ro, que seria de 270%. É o que afir­ma um levan­ta­men­to da Cis­co, o qual mos­tra que, a cada US$ 1 inves­ti­do, o retor­no seria de US$ 2,75.

E quan­to a você? Já dedi­cou um tem­po do seu dia para refle­tir sobre a LGPD? Acom­pa­nhe mais notí­ci­as sobre o assun­to no por­tal O Con­su­me­ris­ta (www.oconsumerista.com.br).

 

APON­TE O SEU LEI­TOR DE QRCO­DE AQUI